logo

Comunicação Estratégica e Guerra Cibernética

publicado em:3/06/19 8:45 AM por: Leonardo Vichi ArtigosDestaques

“Posto que a Guerra está na mente dos homens, é na mente dos homens que a defesa da Paz deve ser construída” [Preâmbulo da Constituição da UNESCO (1946)].

Este artigo, escrito a quatro mãos pelo Prof. Dr. Tassio Franchi e pelo Prof. Dr. Leonardo Vichi discute o desenvolvimento das Comunicações Estratégicas do Exército Zapatista de Liberação Nacional, a EZLN, entre 1994 e 1996. Durante este período, o Movimento Zapatista se transformou de um grupo focado na luta armada em um movimento social. O EZLN usou estratégias de comunicação e de retórica, não somente para construir uma identidade grupal mas também para pressionar o governo mexicano para garantir seus direitos como cidadãos e como minoria indígena. O artigo também reflete sobre as estratégias discursivas empregadas pelo líder principal do grupo, o Subcomandante Marcos, e sobre as narrativas dos Zapatistas e a estrutura das comunicações que eles disseminaram globalmente através de seus comitês conectados pela internet. 

A publicação deste artigo na Revista do Centro de Excelência em Comunicação Estratégica da OTAN representa a primeira vez que esta instituição publicou um artigo escrito por pesquisadores brasileiros.

Confira o artigo em:

The Beginning of the Warfare on the Internet: Zapatista Strategic Communications



A última modificação foi feita em:maio 4th, 2020 as 08:47