Manual Básico de Linguística Forense – 2ª Edição

Se a primeira edição já era boa, a segunda edição está melhor ainda. O Manual Básico de Linguística Forense está de volta, agora com conteúdo e formato ampliado. A segunda edição revista e ampliada traz agora muito mais casos e aplicações para a Linguística Forense, em um formato maior e com muito mais informações para você. Lançamento em breve aqui na nossa página.

O uso da Linguística para a detecção de criminosos se tornou popular com o caso Ted Kaczynski, mais conhecido como o Unabomber, o terrorista americano que, entre 1978 e 1995, matou 3 pessoas e feriu dezenas com ataques a bomba. Naquela que é considerada a mais longa e cara investigação do FBI, coube ao agente James Fitzgerald o uso da Linguística para a identificação do criminoso. O caso levanta uma série de questões:

O que é a Linguística Forense?
Como ela pode ser utilizada na investigação criminal?
Como trabalha o linguista forense?

É o que visa trazer ao leitor este Manual Básico de Linguística Forense. Com uma linguagem acessível, Leonardo Vichi percorre as teorias linguísticas e os métodos empregados para a detecção de autoria, criação de perfis, tratamento de evidências linguísticas, técnicas de análise do discurso, entre outros, para apresentar ao leitor o uso da Linguística como Ciência Forense.

Em sua parte final, o leitor acompanhará o estudo de um caso real e verá a construção do perfil linguístico de um assassino em série brasileiro que comoveu a opinião pública.

Recorde de vendas no ano de 2020, o Manual Básico de Linguística Forense, em sua segunda edição totalmente revista e ampliada, traz agora ao leitor muito mais casos reais, ampliando o escopo de conceitos e técnicas abordados e traçando o percurso histórico do desenvolvimento da Linguística Forense.

Adquira já em:

Deixe uma resposta